Translate

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Quem ouve o discurso, até acha ...

que todos os problemas e equívocos sobre reciclagem de lixo em nosso país, não existe.
O Sr Presidente faz um discurso que , nos dá a impressão que o Brasil inteiro recicla, e que a população tem toda a infra estrutura montada para tanto.
Nosso lixo é um luxo. Com certeza, uma boa parte da população acaba fazendo este trabalho individualmente, sem contar com uma base estrutural prática para este tipo de evento.
Lixo doméstico, industrial, lixo das feiras livres, são quilos de " aproveitáveis", que ainda continuam rolando pelos aterros....

***Em evento que foi aclamado por catadores de lixo, Lula condenou o tratamento "humilhante" que parte da sociedade dispensa a este segmento.O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou, na última sexta-feira (30), para uma platéia formada por 1.500 catadores de lixo de vários países, que os brasileiros pedantes, arrogantes e os chamados formadores de opinião não estão mais no comando do País, porque o povo tem pensamento próprio e não quer mais intermediários. Aclamado pelos catadores, Lula condenou o tratamento "humilhante" que parte da sociedade lhes dispensa."Essa gente não tinha vergonha de passar de carro e jogar um lixo qualquer, achando que vocês eram de segunda categoria e que vocês tinham obrigação de catar o lixo deles. Vocês estão ensinando a essa gente pedante, a essa gente arrogante, que o ser humano não pode ser discriminado pela sua profissão ou pelo trabalho que faz", disse em discurso na Feira de Catadores de Material de Reciclável (Expocatadores).Lula anunciou que pedirá aos prefeitos de todo País que protejam os catadores de pessoas ambiciosas. Segundo ele, o Congresso vai aprovar a Lei dos Resíduos, que tornará mais necessária essa proteção."Há pessoas que, até agora, trabalharam na reciclagem, e não é justo que o empresário queira ganhar dinheiro agora. Prefiro muitos ganhando pouco, do que poucos ganhando muito".O presidente anunciou também que o BNDES emprestará R$ 225 milhões às cooperativas de catadores de material reciclável. Na quinta-feira (29), o próprio Lula liberou R$ 6 milhões para a construção de dez galpões de triagem de lixo na capital de São Paulo. Atualmente a cidade mantém 16 centrais, em parceria com cooperativas credenciadas.Segundo dados da Prefeitura, os galpões são utilizados por mais de mil famílias de catadores, para atividades de reciclagem e manuseio do lixo. A cidade mantém convênios com cooperativas que atuam em 74 distritos e recolhem 140 toneladas de lixo por dia. (Fonte: Brasília Confidencial)AGENCIA DIAP


***Números do lixo no Brasil:A quantidade de lixo produzida semanalmente por um ser humano é de aproximadamente 5 Kg. Se somarmos toda a produção mundial, os números são assustadores.Só o Brasil produz 240 mil toneladas de lixo por dia. O aumento excessivo da quantidade de lixo se deve ao aumento do poder aquisitivo e ao perfil de consumo de uma população. Além disso, quanto mais produtos industrializados existir, mais lixo é produzido, como embalagens, garrafas, etc.Em torno de 88% do lixo doméstico brasileiro vai para o aterro sanitário. A fermentação gera dois produtos: o chorume e o gás metano.
Apenas 2% do lixo de todo o Brasil é reciclado! Isso acontece porque reciclar é 15 vezes mais caro do que simplesmente jogar o lixo em aterros. A título de comparação, o percentual de lixo urbano reciclado na Europa e nos EUA é de 40%.
http://www.ajudabrasil.com.br/6.567.html

Um comentário:

  1. Há 2 mandatos no poder o que o Presidente Lula fez efetivamente para solucionar o problema do lixo no Brasil?

    Faltam leis, investimentos e soluções eficientes para lidar com este inadiável problema.

    ResponderExcluir